_

Photobucket

Esse é o seu espaço para discutir e opinar sobre temas da paleontologia. Sinta-se livre para comentar.


domingo, 11 de setembro de 2011

Estiracossauro


© Sergey Krasovskiy

  O Estiracossauro foi um grande herbívoro que viveu no período Cretáceo. Pertencia a classe dos Ceratopsídeos e se destaca por possuir um tipo de saliência acima de seus olhos, além de enormes espinhos na parte de cima de sua cabeça sua cabeça. Eles se estendiam por toda a lateral do adorno do dinossauro e não teriam uma função específica já que a posição em que se encontram não os faziam serem aptos para defesa. Estimam-se que poderiam servir para intimidar os predadores ou para se apresentarem para as fêmeas na época de acasalamento. O macho dominante do grupo talvez tivesse o maior dos chifres como ocorre em alguns animais atualmente. O chifre que possuía acima do seu nariz poderia medir até 60 centímetros de comprimento e 15 centímetros de largura.
© Mariana Ruiz Villarreal

  Era um dinossauro relativamente grande medindo até 6 metros de comprimento e pesando cerca de 4 toneladas. Ele era um animal lento pois possuía quatro pernas curtas e um corpo bastante volumoso. O esqueleto de Estiracossauro era bem forte a fim de suportar o peso da enorme cabeça. Mas o crânio possuía uma característica que compensava o seu tamanho. Era comum aos dinossauros ceratopsídeos os buracos no adorno ósseo, que garantiam maior leveza ao seu "leque de espinhos". Porém esses buracos não eram visíveis quando o Estiracossauro era vivo, havia uma camada de pele e músculos que "escondiam" esses buracos.
Crânio do Estiracossauro
© Davide Bonnadona

  Como a maioria dos ceratopsídeos ele possuía um bico e dentes especializados em cortar as folhas e galhos do chão na parte das bochecha. Pode ter vivido em rebanhos que viajavam para os lugares que oferecessem melhores condições para a vida do grupo. Viveu exclusivamente na América do Norte nas regiões onde hoje se encontram os EUA e o Canadá. O primeiro fóssil de Estiracossauro foi encontrado em Alberta no Canadá por CM Sternberg e nomeado por Lawrence Lambe , em 1913. Esta pedreira foi visitada novamente em 1935 pela equipe do Museu Real de Ontário que encontrou os maxilares menores que estavam ausentes até então em outros achados.
Reconstrução do Estiracossauro
© Julius Csotonyi

Dados do dinossauro:

Nome científico: Styracosaurus albertensis
Tamanho: 6 metros de comprimento
Peso: Cerca de 4 toneladas
Onde viveu: América do Norte
Quando viveu: Período Cretáceo
Dieta: Herbívoro

Fontes:

Nenhum comentário:

Postar um comentário