_

Photobucket

Esse é o seu espaço para discutir e opinar sobre temas da paleontologia. Sinta-se livre para comentar.


terça-feira, 19 de abril de 2011

Edaphosaurus

© Wikipédia

O Edaphosaurus foi um réptil e não um dinossauro, ele é da família dos répteis mamalianos e pertence à um gênero pré-histórico de sinapsídeos. Geralmente ele é confundido com o Dimetrodon, devido à vela que possui nas costas, mas, existem notáveis diferenças entre esses dois répteis. A mais comum é a diferença de tamanho. O Dimetrodon era bem maior que o Edaphosaurus e sua vela possuía uma forma diferente; e outra característica que o diferenciava de seu predador comum era que, o Dimetrodon era carnívoro enquanto o Edaphosaurus se alimentava de plantas.
© Walking with monsters

Edaphosaurus viveu durante a transição do período Carbonífero para o Permiano e seu nome significa Lagarto de terreno, pois seus grandes grupos ocupavam grandes terrenos. Os grupos se reuniam as manhãs para tomar sol e aquecer seu metabolismo para realizar as atividades diárias, a vela em suas costas talvez servisse para reter calor para o animal fazendo assim que o animal obtivesse bastante energia, já que ele era um animal de sangue frio. Como a maioria dos répteis quadrupedes, o Edaphosaurus se movia seu corpo de um lado para o outro quando andava ou corria. Sua vela se estendia do seu dorso até o final de suas costas, talvez ela não influenciasse muito na locomoção do animal.
© Nobu Tamura

Seu crânio era pequeno e alguns espécimes possuíam uma vela bem grossa, às vezes até mais grossa que a do Dimetrodon. Eles viviam em lugares abertos com uma vegetação e clima mais seco, típico do período Carbonífero. Ele tinha dentes quase quadrados o que indica que ele se alimentava de plantas, e podia usar sua mandíbula forte para arrancar plantas do chão. Viveu em lugares que atualmente são a Rússia, os EUA e parte da Europa Oriental. Quando ameaçados o bando todo se dispersava e fugia para longe dos predadores.
Veja neste vídeo como eram os hábitos do Edaphosaurus

© Walking With Monsters

Fontes: Wikipédia en. - Dinosaurfacts

Nenhum comentário:

Postar um comentário