_

Photobucket

Esse é o seu espaço para discutir e opinar sobre temas da paleontologia. Sinta-se livre para comentar.


quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Baryonyx

Representação do Baryonyx
© Nobu Tamura

Bem gente, de acordo com a enquete, vocês decidiram que querem que o Baryonyx seja o primeiro dinossauro de 2010, e é com ele que começamos a nossa tragetória para saber mais sobre as mais diversas espécies de dinossauros. E cá estamos para saber mais sobre ele. Vamos lá?
© Rárisson Jardiel

O Baryonyx foi um gênero de dinossauro saurischia carnívoro descoberto pela primeira vez em poços de barro, no sul de Dorking, Inglaterra, e relatou mais tarde a partir de fósseis encontrados na Espanha do Norte e Portugal uma outra espécie de Baryonyx, o Baryonyx walkeri. Seus fósseis foram recuperados em formações que datam do Hauteriviano ao início de estágios Barremiano do Período de início do Cretáceo , cerca de 130 á 125 milhões de anos atrás.
Baryonyx que devia estar caçando
© Haper Collins

O Baryonyx é um dos poucos conhecidos piscívoros ou seja, comedor de peixes, por ser um dinossauro, com adaptações especializadas como um focinho comprido e baixo, com mandíbulas estreitas cheias de dentes finamente serrilhados e garras como um gancho para ajudar à caçar a sua presa principal. O Baryonyx tinha cerca de 6 m de comprimento e pesava cerca de 1 tonelada. No entanto, a análise dos ossos sugere que o modelo mais completo ainda não foi plenamente desenvolvida, de modo que o Baryonyx pode ter crescido ainda mais.
Baryonyx se alimentando
© David Bonnadona

O Baryonyx tinha uma grande garra no polegar de cada mão, que media cerca de 35 cm. Seu longo pescoço não era tão forte e tinha uma curva como em muitos outros terópodes. O crânio foi fixado em um ângulo agudo, e não o ângulo de 90 ° comum nos dinossauros semelhantes. A mandíbula era nitidamente longa, semelhante à de um crocodilo, e teve 96 dentes, o dobro dos seus parentes. Sessenta e quatro dos dentes foram colocados no maxilar inferior, e 32 grandes na maxila. O focinho, provavelmente, tinha uma pequena crista. O maxilar superior tinha um ângulo agudo perto do focinho, uma característica observada em crocodilos que ajuda a evitar a fuga de presas. Um recurso semelhante também é visto em shrikes, uma espécie passeriforme de ave.
© Luis Rey

A semelhança entre Baryonyx e Suchomimus foi notada por Buffetaut em 2007. Permaneceu muito tempo atribuído ao Suchomimus e ao Baryonyx, e é difícil distinguir quem é quem entre estes dois restos fósseis de dinossauros. Algumas pequenas diferenças não existem, como os cumes dos dentes do Suchomimus. No entanto, uma gama de variação idêntica existe entre os espécimes Baryonyx, e mesmo entre os vários dentes atribuídos ao Espinossauro. Buffetaut sugeriu que isso poderia significar que, ou vários exemplares Baryonyx deviam ser divididos em formas separadas, ou que Suchomimus poderia ser um sinônimo sênior de Baryonyx. Buffetaut notou que, se este for o caso, o nome Baryonyx seria substituído por Suchomimus, o que poderia ser problemático, dado que a amostra de Suchomimus é apenas um dente gasto. 
Baryonyx a beira de um rio a procura de peixes
© Dk 2003

Especula-se que Baryonyx sentava a beira de um rio, descansando em suas poderosas patas dianteiras, e depois varria o peixe do rio com sua potente garra. Isto é semelhante ao urso moderno. Até a descoberta da sua proximidade do Suchomimus, o Baryonyx era o único dinossauro piscívoro conhecido. Por outro lado, os ossos do ornitópode Iguanodonte também foram encontradas em associação com o esqueleto Baryonyx.
 © Kelly Taylor e Jeft Poling

Dados do Dinossauro:

Nome científico: Baryonyx walkeri
Tamanho: 6 metros de comprimento
Peso: Cerca de 1 tonelada
Onde viveu: Europa
Quando viveu: Período Cretáceo
Dieta: Carnívoro

Fontes: Wikipédia en.

Nenhum comentário:

Postar um comentário