_

Photobucket

Esse é o seu espaço para discutir e opinar sobre temas da paleontologia. Sinta-se livre para comentar.


sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Os Prossaurópodes


Olá pessoal hoje resolvi falar de um grupo de dinossauros que não está incluso no menu, os prossaurópodes, que foram ancestrais dos Saurópodes. Um prossaurópode comum é o Plateosaurus que vocês o conhecerão do decorrer da postagem, agora vamos se informar sobre eles
Os prossaurópodes desenvolveram-se entre 230 e 178 milhões de anos atrás. Eles estavam entre os primeiros dinossauros herbívoros e os primeiros animais terrestres altos o bastante para se alimentar de árvores. Vários grupos evoluíram, desde de espécies que variavam desde criaturas mais delicadas que um homem, e que andavam sobre os membros posteriores até os poderosos gigantes quadrúpedes, que foram os primeiros dinossauros a se tornarem mais pesados que um elefante. Todos eles, entretanto, compartilhavam certas características-chaves, incluindo cabeça pequena, cauda e pescoço longos, corpo pesado e enormes garras curvadas nos polegares. Seu tamanho e as adaptações para se alimentar da vegetação disponível tornaram os prossaurópodes muito prósperos - provavelmente habitaram o mundo inteiro e superaram em número todos os outros animais terrestres. No entanto, foram foram substituídos, por seus possíveis descendentes, os maiores e mais peculiares Saurópodes.


Um prossaurópode que existiu foi o Riojasaurus, que foi um dos maiores prossaurópoes e um dos primeiros dinossauros verdadeiramente grandes. Esse pesado quadrúpede podia atingir até 11 metros de comprimento e supõe-se que chegasse a pesar 4,5 toneladas. Conforme os prossaurópodes ficavam maiores, o grande peso dos intestinos anteriores aos ossos pélvicos os tornavam mais pesados na frente e, consequentemente, os forçava a passar a vida sobre quatro patas.
Outro prossaurópode foi o Plateosaurus, um dos prossaurópodes mais conhecidos, foi muito encontrado no oeste da Europa. Ele alcançava até 8 metros de comprimento, com braços e mãos fortes, capazes de suportar uma parcela de seu peso. Na maior parte do tempo,  o Plateossauro teria andado vagarosamente sobre suas quatro patas, mas suas fortes patas traseiras teriam lhe permitido se erguer e, talvez ainda, trotar sobre duas patas para escapar do perigo, usando a cauda apara equilibrar o peso de seu corpo. Por elevar e estender seu pescoço longo, ele podia cortar folhas de árvores que ficavam fora do alcance de outros animais. O pequeno crânio do Plateossauro foi equipado com dentes serrilhados para despedaçar folhas, e com uma junta maxilar baixa projetada para permitir uma mordida poderosa. Os dentes estavam ligados delicadamente à margem da maxila. O pescoço flexível levava a uma longa caixa torácica que abrigava os órgãos digestivos, capazes de processar grandes quantidades de plantas, com ajuda de pedras de pedras engolidas para trituras até formar uma pasta.


Os membros anteriores do Plateossauro tinham cinco dígitos de comprimento variados - dois dedos externos curtos, dois dedos medianos muito longos e um grande polegar recurvado. Essa garra foi tão longa que ele devia ter fincado ela no chão para o dinossauro se locomover sobre quatro patas, e, provavelmente, tinha que ser mantida longe do chão enquanto ele estava parado. Ela teria sido uma arma defensiva formidável para ferir os terópodes agressores. Com o restante da mão, essa garra poderia também ter agarrado troncos de árvores, para  suportar ou para derrubar ramos, conforme o Plateossauro tenha se erguido para morder as folhas. 

Dados do Dino:


Nome científico: Plateosaurus
Tamanho: 6 a 8 metros
Peso: 4 toneladas
Onde viveu: No oeste da Europa
Quando Viveu: Final do Triássico
Dieta: Herbívoro

Nenhum comentário:

Postar um comentário