_

Photobucket

Esse é o seu espaço para discutir e opinar sobre temas da paleontologia. Sinta-se livre para comentar.


domingo, 1 de março de 2009

Kronosaurus



O kronossauro foi um pliossauro gigante da Austrália e América do Sul. Ele é mais conhecido por esqueletos reconstruídos mostrados no museu de zoologia comparada de Harvard, em Massachusetts, EUA. Seu corpo era muito longo e media 13m do nariz á cauda. O seu crânio imenso suportava uma crista óssea maciça. Trabalhos recentes têm mostrado que essa reconstrução é imperfeita: não deveria haver uma crista imensa no seu crânio e o corpo deveria ser menor, o que significa que kronosaurus tinha, provavelmente, apenas 9m de comprimento. Pliosauros, como Kronosaurus viveram em todo o mundo durante o cretáceo.

As narinas internas de pliosauros- duas cavidades no palato- estão localizadas mais mais anteriormente do que as narinas na parte externa do focinho. Isso sugere que a água fluía através do focinho e para dentro das narinas internas onde o aroma das partículas poderia ser detectado e , então, para fora, através das narinas internas. Pliosauros poderiam, portanto, ter "farejado" a água pela qual nadava a fim de detectar presas, como fazem os tubarões modernos. Muitos grupos diferentes de plesiosauros são conhecidos. Esses incluem romaleosauros, pliosaurídeos, brachachenídeos -kronosaurus- e os policotilídeos. Todos esses grupos devem compartilhar o mesmo ancestral comum e portanto, um clado. Alternativamente, diferentes pliossauros poderiam descender de ancestrais de mesossauros de pescoço longo. Especialistas em plesiosauros ainda discutem essas diferentes ideias.


Os dentes do Kronosaurus são grandes em extensão (superior a 7 cm).No entanto, falta-lhes Carinae (arestas cortantes) e as distintas triedro (três facetas) do pliosauros e liopreurodon. A combinação de grande tamanho, forma cônica e à falta de arestas de corte permite uma fácil identificação de dentes do Kronosaurus. Os Kronossauros viviam em alto-mar, e só aproximavam da costa para pôr ovos ( como as tartarugas marinhas fazem atualmente ), possuíam quatro potentes nadadeiras, as quais utilizavam para nadar com extrema agilidade e rapidez, só respeitando predadores maiores que eles, como por exemplo outros plesiossauros e alguns tubarões. Sua pequena cauda supõe-se que serviria apenas como leme, auxiliando em mudanças rápidas de direção e outras manobras. Tornavam-se presas fáceis na época da desova em que deveriam sair da água e rastejar nas praias em pleno período Cretáceo ( auge dos dinossauros ), onde enormes carnossauros estariam a espreita para obter uma ótima refeição.



Dados do Réptil:


Nome científico: Kronosaurus
Tamanho: 9 m de comprimento
Dieta: Répteis marinhos, peixes, e moluscos.
Habitat: Oceanos
Onde foi encontrado: Austrália e América do sul
Quando viveu: Cretáceo
Gêneros aparentados: Brachauchenius


Fontes: Enciclopédia dos dinossauros e da vida pré-histórica

Um comentário:

  1. Oi. Muito boa postagem. Seu blog é muito bom. Parabéns!
    Se quiser, visita meu blog:
    http://www.interdino.blogspot.com
    Podemos fazer até uma parceria.

    ResponderExcluir